Lâmpada Mágica: Realize três sonhos do aniversariante através da colaboração de seus convidados, de forma prática e online.

Lampada Magica

Menu


Educação financeira para crianças

Blog da Lâmpada Mágica



Educação financeira para crianças

Blog da Lâmpada Mágica

Retornar ao blog

Educação financeira para crianças
Postado por Marcio Bittencourt em Abril 29, 2018

Ao longo do tempo temos observado que o assunto educação financeira para crianças é pouco discutido no Brasil e ao redor do mundo. Talvez por não sabermos qual o melhor momento para tratar desse assunto, deixamos para fazer isso depois que as crianças estão maiores, e com isso perdemos boas oportunidades para elas aprenderem desde cedo. Será que este é o melhor caminho?

Abaixo seguem as perguntas feitas pela Nívea Salgado do Blog Mil Dicas de Mãe para o Gustavo Cerbasi, um dos profissionais de finanças mais conhecidos e respeitados do Brasil, que defende a inteligência financeira como agente de mudança na vida de todos.

Confira abaixo essa conversa incrível:

A partir de que idade já é possível conversar com as crianças sobre dinheiro? Como as noções de educação financeira podem ser incluídas no dia-a-dia dos nossos filhos?

A conversa sobre dinheiro deve acontecer desde sempre. Na verdade, uma mãe que, com a criança no ventre, é disciplinada com o horário para comer, dormir, tomar banho e acordar já está ensinando muito sobre disciplina, um elemento fundamental no trato com o dinheiro. O tema dinheiro, em si, já pode ser tratado com a criança desde os dois anos de idade, quando seu nível de curiosidade e descoberta do mundo está aguçadíssimo e seus pais já podem explicar que, por exemplo, o motivo de sua ausência é o trabalho, que resulta em dinheiro para compras as coisas que precisamos para viver. Nas situações de compra, a criança deve ser convidada a se envolver, entregando o dinheiro para o vendedor e recebendo em troca o comprovante ou o troco. Isso faz com que sua relação com o dinheiro seja natural. Do contrário, dinheiro seria visto como coisa de adulto, coisa proibida, e ao longo de seu desenvolvimento a criança corre o risco de desenvolver uma perigosa relação apaixonada por ele.

Qual a sua opinião sobre mesada?

A mesada não tem valor algum quando concedida como um direito da criança, com total liberdade de decisão. Mesada é útil quando concedida como parte de uma proposta de educação financeira, com total interação entre os pais e a criança. Deve ser concedida juntamente com a discussão de um orçamento, criado juntamente por pais e filhos, estabelecendo como será gasto cada centavo. A cada novo recebimento, deve haver uma prestação de contas. A criança tem que entender que mesada não lhe dá o direito de administrar seu dinheiro como bem entender. Mesada lhe dá é o direito de administrar uma pequena parte do orçamento da família, aquela parte que corresponde a seus gastos individuais, desde que ela demonstre conseguir administrar essa sua parte. É uma troca colaborativa entre pais e filhos.

De quais decisões financeiras familiares os filhos devem participar?

Na medida em que crescem, os filhos devem ser gradualmente convidados a participar de escolhas cada vez mais complexas. Até os cinco anos, não dá para envolvê-los em decisões porque não existe o conhecimento matemático suficiente. A partir dos seis anos, a criança pode ser convidada a colaborar nas escolhas sobre orçamentos parciais. Por exemplo, se a família disponibiliza uma verba de R$ 100 para passar o fim de semana, a criança pode opinar sobre o destino a dar a esse dinheiro. Demonstrando maturidade, o próximo passo é discutir junto com os pequenos o orçamento das próximas férias ou da noite de Natal. Na adolescência, já há maturidade para que pais definam uma verba disponível aos filhos e que esses opinem sobre quanto será gasto com roupas, lazer e atividades culturais, por exemplo.

Logo que os filhos nascem, alguns pais optam por abrir uma poupança para gastos futuros ou já iniciam um plano de previdência privada. O que você acha sobre isso?

Essa deveria ser a primeira das decisões tomadas por pais sobre o futuro dos filhos. Hoje, a falta de um diploma de ensino superior praticamente elimina as possibilidade de um jovem se empregar. Considero a poupança para a faculdade mais importante até do que o custeio de uma escola privada na infância. Caso os filhos tenham que estudar em escolas públicas, poderão custear uma faculdade privada com a poupança formada. Se o gasto com escolas privadas inviabilizar a poupança e o jovem não for bem sucedido em vestibulares de faculdades públicas, pode ter seu ensino superior inviabilizado. Hoje, mesmo contando com facilidades como o Financiamento Estudantil (FIES), contar com uma boa reserva significa garantir tranquilidade na formação profissional. E o ideal é que, se a família não tiver outras poupanças formadas, essa reserva seja feita através de um plano de previdência específico para a educação, que conta com um seguro que garante o valor da faculdade mesmo em caso de morte ou invalidez de quem contribui.

Em seu livro Pais Inteligentes Enriquecem seus Filhos, que tipo de dica você dá aos pais que desejam um futuro financeiro tranquilo para os filhos?

Recomendo dedicação dos pais carinhosa, divertida e cotidiana ao ensino sobre dinheiro para as crianças. O ideal é envolver as crianças com a rotina financeira, permitir que elas manipulem dinheiro mesmo que em brincadeiras, e que todo sacrifício feito em família seja feito com propósito bem definido e com uma evidente celebração ao final. A mensagem essencial do livro é convidar os pais para que eduquem seus filhos para construir riqueza, pois, se isso não for feito, não restará outro caminho aos filhos a não ser depender da riqueza dos pais por muitos anos, e depois sofrer para ajudar a manter a vida dos mais velhos, sem poder aproveitar ao máximo a própria vida. Com a devida educação, enriquecer é questão de escolha pessoal.

Conheça o artigo original em: http://www.mildicasdemae.com.br/2013/08/educacao-financeira-para-criancas-voce-ja-pensou-nisso.html

Marcio Bittencourt
Cofundador da Lâmpada Mágica
www.lampadamagica.me



0 Comentários
Por favor conecte-se para comentar.

Inscreva-se em nosso blog e receba novidades!